HOMEOPATIA:
Ciência, Filosofia e Arte de Curar


Homeopatia Genômica 

Homeopatia Genômica

Homeopatia Genômica: uso isopático do autosarcódio de DNA (autoisoterápico de DNA) como modulador terapêutico homeopático da expressão gênica no manejo de doenças crônicas

Disponível em: ResearchGate

 

A concepção filosófica vitalista considera a distonia da força vital como a causa primária das doenças, enquanto o retorno ao estado de saúde ocorreria pelo reequilíbrio vital. O modelo homeopático amplia o entendimento da dinâmica etiopatogênica considerando também a manifestação de miasmas crônicos (psora manifesta) como causa fundamental das doenças crônicas em geral, enquanto a restauração da saúde ocorreria pela modulação dessa manifestação miasmática (psora latente).

Segundo o processo etiopatogênico biomédico, a causa primária das doenças está na expressão de genes responsáveis ​​pelos respectivos distúrbios fisiológicos, considerando a manifestação de alterações epigenéticas promotoras de doenças como causa fundamental das doenças crônicas em geral. O retorno ao estado de saúde ocorreria por meio da modulação dessas manifestações genéticas/epigenéticas, com a consequente inibição da expressão gênica patogênica.

Por apresentarem características e propriedades semelhantes, vimos sugerindo, em estudos recentes,  as correlações filosófico-científicas entre força vital e genoma (exoma plus epigenoma) e entre miasmas crônicos e alterações epigenéticas promotoras de doenças, propondo que o genoma seria a representação biológica da força vital orgânica e as alterações epigenéticas promotoras de doenças seriam a representação biológica dos miasmas crônicos.

As propriedades e funções do complexo telômero-telomerase expandem a compreensão do mecanismo de expressão do gene ao nível do cromossomo (molécula de DNA ou unidade genômica) e reiteram as correlações filosófico-científicas entre o princípio vital e o genoma, em vista de seu reconhecido papel como biomarcador da vitalidade celular, do envelhecimento biológico e do processo saúde-doença. Nesse contexto, o comprimento dos telômeros indicaria o estado orgânico da força vital e poderia ser utilizado no diagnóstico e prognóstico de doenças segundo a abordagem vitalista, ampliando o espectro e a abrangência da semiologia homeopática clássica.

Em conformidade com essas hipóteses, o uso isopático do autosarcódio de DNA (autoisoterápico de DNA) poderia atuar no desequilíbrio do princípio vital ou genoma e nos miasmas crônicos ou alterações epigenéticas promotoras de doenças como modulador terapêutico homeopático da expressão gênica no manejo de doenças crônicas.

 


Telomere length: biological marker of cellular vitality, aging, and health-disease process

Telomere length: biological marker of cellular vitality, aging, and health-disease process - RAMB - 2021

Teixeira MZ. Telomere length: biological marker of cellular vitality, aging, and health-disease process. Rev Assoc Med Bras. 2021; 67(2): 173-177.

Disponível em: https://doi.org/10.1590/1806-9282.67.02.20200655

 

Summary

The aging process occurs due to the decline of vital physiological functions and adaptability of the body, being influenced by genetics and lifestyle. With advances in genetics, biological aging can be calculated by telomere length. Telomeres are regions at the ends of chromosomes that play a role in the maintenance and integrity of DNA. With biological aging, telomere shortening occurs, causing cellular senescence. Several studies show that shorter telomeres are associated with acute and chronic diseases, stress, addictions, and intoxications. Even in the current COVID-19 pandemic, telomere shortening is proposed as a marker of severity in individuals infected by the severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2). On the other hand, healthy lifestyle habits increase telomere length and balance of various cellular functions, preventing diseases.

 

Resumo

O processo de envelhecimento ocorre pelo declínio das funções fisiológicas vitais e da capacidade de adaptação do organismo, sendo influenciado pela genética e pelo estilo de vida. Atualmente, com os avanços da genética, o envelhecimento biológico pode ser calculado pelo comprimento dos telômeros. Os telômeros são regiões nas extremidades dos cromossomos que desempenham papel na manutenção e na integridade do DNA. Com o envelhecimento biológico, ocorre o encurtamento dos telômeros, causando a senescência celular. Inúmeros estudos evidenciam que telômeros mais curtos estão associados a doenças agudas e crônicas, ao estresse, aos vícios e às intoxicações. Até mesmo na atual pandemia de COVID-19, o encurtamento dos telômeros é proposto como marcador da gravidade da doença em indivíduos infectados pelo SARS-CoV-2. Por outro lado, hábitos de vida saudáveis propiciam o aumento do comprimento dos telômeros e o equilíbrio das diversas funções celulares, prevenindo doenças.

 


Telômero e telomerase: marcadores biológicos da força vital e do tratamento homeopático

Telômero e telomerase: marcadores biológicos do estado da força vital orgânica e da eficácia do tratamento homeopático - Homeopathy - 2021

Teixeira MZ. Telomere and telomerase: biological markers of organic vital force state and homeopathic treatment effectiveness. Homeopathy. 2021 may 17. doi: 10.1055/s-0041-1726008. Online ahead of print. https://www.thieme-connect.com/products/assets/desktop/img/oa-logo-ba6cca2dcd58e0cb3559f2da54f0a3b6.png

Disponível em: https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/abstract/10.1055/s-0041-1726008

                      https://doi.org/10.1055/s-0041-1726008

 

Abstract

Background: Philosophical-scientific correlations described in previous studies suggest that the genome can be the biological representation of the vital force, while the disease-promoting epigenetic alterations would be the biological representation of the chronic miasmas. In this study, we expanded the functional correlation between vital force and chromosome, describing the action mechanism of telomere-telomerase complex in the physiological balance. Aims: To study the role of telomere-telomerase complex in cell vitality, biological aging and health-disease process, with the aim of proposing the use of telomere length as a biomarker of the vital force state and the effectiveness of homeopathic treatment. Results: Similarly to the vital force, telomere length and telomerase enzyme activity play an important role in maintaining cellular vitality, biological longevity and physiological homeostasis. Telomere shortening functions as biomarker of vital imbalance, and is associated with numerous diseases and health disorders. On the other hand, health promotion practices neutralize the pathological shortening of the telomeres, acting therapeutically in diseases or age-dependent health disorders. Conclusions: As a hypothetical biomarker of the vital force state, an intra-individual analysis of the mean leukocyte telomere length before, during and after homeopathic treatment can be used as a biomarker of therapeutic effectiveness.

 

Resumo

Introducão: Correlações filosófico-científicas descritas em estudos prévios sugerem que o DNA ou genoma (exoma plus epigenoma) seja a representação biológica da força ou princípio vital homeopático, enquanto as alterações epigenéticas promotoras de doenças sejam a representação biológica dos miasmas crônicos. Nesse estudo, ampliamos a correlação funcional entre força vital orgânica e cromossomo (molécula de DNA ou unidade genômica), descrevendo o mecanismo de ação dos telômeros e da enzima telomerase na vitalidade ou senescência das células, na longevidade ou envelhecimento do corpo e no processo saúde-doença. Objetivos: Estudar o papel do complexo telômero-telomerase na vitalidade celular, no envelhecimento biológico e no equilíbrio fisiológico, com o objetivo de justificar o uso do comprimento dos telômeros como biomarcador do estado da força vital orgânica e da eficácia do tratamento homeopático. Resultados: Analogamente à função da força vital homeopática, o comprimento dos telômeros e a atividade da enzima telomerase exercem importante papel na manutenção da vitalidade celular, da longevidade biológica e da homeostase fisiológica. Funcionando como importante biomarcador do desequilíbrio vital, o encurtamento dos telômeros está associado à manifestação de inúmeras doenças, distúrbios da saúde, vícios, intoxicações, estresse, traumas psicológicos e efeitos colaterais das drogas. Por outro lado, atuando no reequilíbrio vital, práticas de promoção à saúde e alguns medicamentos neutralizam o encurtamento patológico dos telômeros, agindo terapeuticamente nas doenças ou distúrbios da saúde dependentes da idade. A análise do comprimento médio de telômeros dos indivíduos é comumente realizada em amostras de DNA de leucócitos extraídos de sangue periférico. Conclusões: Traduzindo o estado da força vital orgânica, a análise intra-individual do comprimento médio dos telômeros dos leucócitos (mLTL) antes, durante e depois do tratamento homeopático pode ser usada como um marcador biológico da eficácia do tratamento homeopático.

 


Correlação do vitalismo homeopático com a genética moderna

Correlação entre o vitalismo e a genética segundo o paradigma da complexidade - Homeopathy - 2020

Teixeira MZ. Correlation between vitalism and genetics according to the paradigm of complexity. Homeopathy 2020; 109(1): 30-36. https://www.thieme-connect.com/products/assets/desktop/img/oa-logo-ba6cca2dcd58e0cb3559f2da54f0a3b6.png

Disponível em: https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/html/10.1055/s-0039-1692162

                     https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/pdf/10.1055/s-0039-1692162.pdf

 

Abstract

Introduction: In homeopathic philosophy, vital force is a non-material substrate that is responsible for maintaining the body's sensations and functions and where homeopathic medicines act. In genetics, the body's vital functions are controlled by biochemical information, which is contained in the cell genome and consists of a protein encoding portion (exome) and another that regulates this encoding scheme (epigenome). Both the philosophical vital force and the genome present properties of complex and dynamic self-organisation systems. Aims: This study aimed to explore and develop a philosophical-scientific correlation between vitalism and genetics according to the complexity paradigm. Results: Vital principle and genome present inseparable composition among distinct existing components that influence one another and form a network of connections that create complex and dynamic self-organisation behaviour. Described in both models, ‘vortex’ indicates the existence of a force coming from within the system that is externalised as an emergent, information-transmitting phenomenon. Supporting this correlation, some experimental studies show that homeopathic medicines act on the genome by modulating gene expression. Conclusions: In line with the similarity of existing characteristics and properties, the genome may be considered as hypothetical biological substrate of organic vital force.

 

Resumo

Introdução: Na filosofia homeopática, a força (princípio) vital é um substrato não material, que é responsável pela manutenção das sensações e funções do corpo, e na qual atuam os medicamentos homeopáticos. Em genética, as funções vitais do corpo são controladas por informações bioquímicas contidas no genoma celular, composto por uma porção codificadora de proteínas (exoma) e por outra que regula esse esquema de codificação (epigenoma). Tanto o princípio vital quanto o genoma (exoma plus epigenoma) apresentam propriedades dos sistemas complexos e dinâmicos de auto-organização. Objetivos: Este estudo teve como objetivo explorar e desenvolver uma correlação filosófica-científica entre vitalismo e genética em conformidade com o paradigma da complexidade. Resultados: Princípio vital e genoma apresentam uma composição inseparável entre os seus distintos componentes, os quais influenciam uns aos outros e formam uma rede de conexões que cria um comportamento complexo e dinâmico de auto-organização. Descrito em ambos os modelos, o 'vórtice' indica a existência de uma força que vem de dentro do sistema e é externalizado como um fenômeno emergente transmissor de informação. Apoiando esta correlação, estudos experimentais demostram que os medicamentos homeopáticos atuam no genoma, modulando a expressão gênica. Conclusões: Em consonância com a semelhança de propriedades e características existentes, o genoma pode ser considerado como o hipotético substrato biológico da força vital orgânica.

 


Autoisoterápico de DNA como modulador da expressão gênica em doenças crônicas

Uso isopático do autosarcódio de DNA como medicamento homeopático antimiasmático e modulador da expressão gênica? - Homeopathy - 2019

Teixeira MZ. Isopathic use of auto-sarcode of DNA as anti-miasmatic homeopathic medicine and modulator of gene expression? Homeopathy 2019; 108(2): 139-147. https://www.thieme-connect.com/products/assets/desktop/img/oa-logo-ba6cca2dcd58e0cb3559f2da54f0a3b6.png

Disponível em: https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/html/10.1055/s-0038-1676810

                           https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/pdf/10.1055/s-0038-1676810.pdf

 

Abstract

Introduction: In addition to the four pillars of homeopathy, vitalism and the miasmatic theory are often used to explain the health–disease process. According to Hahnemann’s concepts, homeopathic miasms are the main obstacle to the cure of chronic diseases, with psora being the fundamental cause of all forms of diseases. According to modern genetics, the disease-promoting epigenetic alterations are the fundamental cause of the manifestation of chronic diseases. Objective: This article develops a philosophical–scientific correlation between chronic miasms and disease-promoting epigenetic modifications, aiming to justify the isopathic use of auto-sarcode of an individual’s DNA as homeopathic medicine. Results: Based on the study of homeopathic doctrine and epigenetics, a conceptual and functional correlation is observed between homeopathic chronic miasms and disease promoting epigenetic modifications. Additionally, several experimental studies suggest that homeopathy’s mechanism of action may be by modulating gene expression. Conclusions: By the philosophical–scientific correlations described, it is inferred that disease-promoting epigenetic alterations are the biological representation of the chronic miasms, suggesting the isopathic use of auto-sarcode of DNA as homeopathic therapeutic modulator of gene expression for the management of chronic diseases.

 

Resumo

Introdução: Além dos quatro pilares da homeopatia, o vitalismo e a teoria miasmática são frequentemente usados para explicar o processo saúde-doença. De acordo com os conceitos de Hahnemann, os miasmas homeopáticos são o principal obstáculo para a cura das doenças crônicas, sendo a psora a causa fundamental de todas as formas de doenças. Segundo a genética moderna, as alterações epigenéticas promotoras de doenças são a causa fundamental da manifestação das doenças crônicas. Objetivo: Este artigo desenvolve uma correlação filosófico-científica entre os miasmas crônicos e as modificações epigenéticas promotoras de doenças, com o objetivo de justificar o uso isopático do autosarcódio (autoisoterápico) de DNA dos indivíduos como medicamento homeopático. Resultados: Com base no estudo da doutrina homeopática e da epigenética, observa-se uma correlação conceitual e funcional entre os miasmas crônicos homeopáticos e as modificações epigenéticas promotoras de doenças. Além disso, vários estudos experimentais sugerem que o mecanismo de ação da homeopatia pode ser através da modulação da expressão gênica. Conclusões: Pelas correlações filosófico-científicas descritas, infere-se que as alterações epigenéticas promotoras da doença são a representação biológica dos miasms crônicos, sugerindo o uso isopático do autosarcódio de DNA como modulador terapêutico homeopático da expressão gênica no manejo das doenças crônicas.

 


Leituras Associadas:

Teixeira MZ. Concepção vitalista de Samuel Hahnemann. 2ª edição revisada e atualizada. São Paulo: Marcus Zulian Teixeira, 2021, 140 p. Disponível em 

Teixeira MZ. Telómeros y telomerasa: marcadores biológico-genómicos de la vitalidad-actividad celular, de la longevidad-envejecimiento y del proceso salud-enfermedad. La Homeopatía de México 2020; 89(720): 12-17. Disponível em

Teixeira MZ. Telômeros e telomerase: marcadores biológicos e genômicos da vitalidade/atividade celular, da longevidade/envelhecimento e do processo saúde-doença. Disponível em

Teixeira MZ. Antropologia Médica Vitalista: uma ampliação ao entendimento do processo de adoecimento humano. Revista de Medicina (São Paulo) 2017; 96(3): 145-158. Disponível em

Teixeira MZ. A natureza imaterial do homem: estudo comparativo do vitalismo homeopático com as principais concepções médicas e filosóficas. 1ª ed. São Paulo: Editorial Petrus, 2000, 480 páginas. Disponível em

Teixeira MZ. O vitalismo homeopático ao longo da história da medicina. Homeopatia Brasileira 2002; 8(2): 109-123. Disponível em

Teixeira MZ. O vitalismo hahnemanniano na prática clínica homeopática. Revista de Homeopatia (São Paulo) 2000; 65(2): 23-34. Disponível em

Teixeira MZ. Concepção vitalista de Samuel Hahnemann. 1ª ed. São Paulo: Robe Editorial, 1997, 131 páginas. Disponível em

Teixeira MZ. A concepção vitalista de Samuel Hahnemann. Revista de Homeopatia (São Paulo) 1996; 61(3-4): 39-44. Disponível em

 


Project: 

Genomic Homeopathy: isopathic use of auto-sarcode of DNA (auto-isotherapic of DNA) as homeopathic therapeutic modulator of gene expression in the management of chronic diseases. Disponível em

 



HOMEOPATIA:
Ciência, Filosofia e Arte de Curar

Prof. Dr. Marcus Zulian Teixeira
Rua Teodoro Sampaio, 352 - Cj.128
CEP 05406-000 - São Paulo - SP
(11) 3083-5243 | 3082-6980
[email protected]
Todos os direitos reservados a Marcus Zulian Teixeira - Escritório de Direitos Autorais - Fundação Biblioteca Nacional